Anúncio para recrutamento – Cozinheira

Anúncio para recrutamento – Cozinheira

Função

·         Preparação e confeção das refeições;

·         Preparação de alimentos para a execução de operações culinárias;

·         Zelar pela limpeza da cozinha, dos utensílios e demais equipamentos.

Perfil

·         Escolaridade mínima ao nível de 9º ano;

·         Experiência comprovada na função;

·         Formação na área de Qualidade e Segurança alimentar (preferencial);

·         Disponibilidade para trabalhar aos fins de semana e feriados;

·         Capacidade de relação e comunicação com crianças e jovens adolescentes

Contatos :

Enviar CV para o seguinte email : dt@apibab.pt

PROTOCOLO DAS MEDIDAS DE DESCONFINAMENTO (Visitas à Casa)

PROTOCOLO DAS MEDIDAS DE DESCONFINAMENTO (Visitas à Casa)

Tendo em consideração que as jovens se encontram confinadas à Casa, com visitas suspensas desde 13 de março de 2020, no âmbito das medidas de proteção da epidemiologia do COVID-19, a direção, sob proposta da equipa e diretora técnica e atendendo ao progressivo período de desconfinamento, decidiu autorizar as visitas de familiares às jovens, obedecendo impreterivelmente aos procedimentos seguintes:

  1. Inicio das visitas em 21 de maio de 2020 1 só familiar;
  2. As visitas decorreram após agendamento prévio, sendo marcado dia e hora, de segunda a sexta feira, com o máximo de 3 visitas por dia, entre as 10 horas e as 16 horas;
  3. Excecionalmente e em casos devidamente comprovados, por motivos de horário de trabalho, pode ser agendado visita aos sábados;
  4. O período da visita é de 30 minutos, com intervalos de 1 hora em cada visita e decorreram na sala de espera;
  5. À entrada da Casa será fornecido ao familiar uma bata e capa descartável para o calçado e luvas, medição de temperatura e preenchimento de um pequeno questionário;
  6. Obrigatoriedade de todos os familiares trazerem máscaras;
  7. As jovens usarão máscaras
  8. O espaço será devidamente higienizado, através de limpeza e pulverização e ventilado, as cadeiras serão cobertas com película aderente; 9. No intervalo de cada visita proceder-se-á higienização e substituição da película aderente das cadeiras.

Porto, 19 de maio de 2020
O Presidente da Direção
Maurício Pinto

2005_21-COVID-PROTOCOLO-VISITAS

MEDIDAS DE PREVENÇÃO COVID-19 (reforço)

MEDIDAS DE PREVENÇÃO COVID-19 (reforço)

(medidas implementadas desde 6 de março de 2020)

  • Afixação de cartazes e folhetos informativos sobre boas práticas de lavagem das mãos, recomendações gerais de acordo com as instruções da DGS e sessões de esclarecimento com as jovens e trabalhadoras;
  •  Monitorização minuciosa das lavagens das mãos à entrada e à saída; antes e depois das refeições; idas às casas de banho e sempre que se verifique ser necessário e uso frequente de gel Antisético;
  •  Proibição dos cumprimentos com beijos no rosto e aperto de mão e abraços;
  • Orientações para o afastamento de 1 metro, sempre que possível;
  • Controle da temperatura corporal duas vezes por dia – jovens e funcionárias;
  •  Higienização com o gel hidroalcoólico Antisético;
  •  Aquisição de máscaras, luvas e gel;
  • Implementação de um quarto de isolamento com capacidade para duas situações de doença confirmada, caso necessário;
  • Implementação de um quarto de quarentena para casos suspeitos, não confirmados;
  • Suspensão das visitas das famílias na Casa de Acolhimento, assim como a visita das jovens a casa das respetivas famílias;
  • Suspensa a entrada de pessoas estranhas ao serviço, com exceção de situações muito urgentes e inadiáveis;
  • Todas as trabalhadoras só entram ao serviço após higienização.

Porto, 9 de março de 2020

MEDIDAS ADICIONAIS DE PREVENÇÃO (Atualizadas em 30.03.2020):

  • Utilização, por todas as funcionárias, de calçado apropriado para utilização exclusiva na Casa de Acolhimento;
  • Utilização de roupa para uso exclusivo na Casa na Acolhimento
  • Higienização, através de pulverização, de todas as superfícies com desinfetante específico para o efeito.
  • Aquisição de máscaras e viseiras para uso na Casa.

Porto, 30 de março de 2020

A Direção

2003_02_APIBAB-COVID-REFORCO-medidas-de-contigencia

Consignação do IRS

Consignação do IRS

A consignação do IRS permite-lhe encaminhar uma parte do imposto a favor do Estado para uma entidade. E sem qualquer custo: num cenário de reembolso não recebe menos e num cenário de imposto adicional, não paga mais.

Através da consignação do IRS, pode atribuir a uma entidade 0,5% do IRS liquidado (imposto que cabe ao Estado depois de descontadas as deduções à coleta). Assim, em vez de o seu IRS ficar todo nas mãos do Estado, uma parte é canalizada pelo próprio Estado para a causa que escolher apoiar

Também é possível consignar o benefício fiscal relativo a parte do IVA suportado em despesas com reparação e manutenção de automóveis e motociclos, restauração, alojamento, cabeleireiros e institutos de beleza. Neste caso, abdica de parte do imposto que lhe seria devolvido pelas Finanças.

Como antecipar a consignação do IRS?

Para fazer a consignação do IRS antes da entrega da declaração de rendimentos, tem de aceder ao Portal das Finanças e realizar os seguintes passo

Até 31 de março

A escolha da entidade pretendida é realizada no Portal das Finanças, em “Comunicar entidade a consignar IRS/IVA”.

Pesquise “Consignar IRS” para aceder à página de Comunicar a Entidade a Consignar IRS/IVA

Para proceder à indicação dos dados da entidade à qual pretende consignar o IRS e/ou o IVA, clique no botão de “Pesquisa” junto ao campo do NIF e selecione a que pretende dentro da lista de entidades elegíveis.

Pesquise o nome da nossa Associação de Protecção à Infância Bispo D. António Barroso (NIF 500878650)

Por fim, pressione em “Submeter”.

De 1 de abril a 30 de junho

A seleção da entidade pode ser efetuada no IRS Automático ou na declaração de rendimentos (Modelo 3). Em qualquer dos casos é necessário indicar:

Tipo de entidade que pretende apoiar. Existem quatro opções: IPSS, instituições religiosas, pessoas coletivas de utilidade pública (incluindo com fins ambientais) e instituições culturais;

NIF da entidade;

O tipo de consignação: “IRS” ou “IVA” ou as duas.

IRS Automático

No IRS Automático, a consignação é efetuada na área “Pré liquidação”.

Modelo 3

Na declaração de rendimentos Modelo 3, a consignação realiza-se no quadro 11 da folha de rosto.

Projeto Vision for Life fez rastreio oftalmológico na APIBAB

Projeto Vision for Life fez rastreio oftalmológico na APIBAB

A Fundação Vision For Life – Essilor e a Sociedade Portuguesa de Oftalmologia estiveram na Associação De Protecção à Infância Bispo D. António Barroso no dia 5 de fevereiro de 2020. Este projeto solidário oferece consultas e óculos, em caso de necessidade, a crianças carenciadas de todo o país.

O consultório médico móvel de Oftalmologia, onde foram consultadas dezasseis (16) jovens da Casa, percorre o país a oferecer consultas e óculos. Na sequência destas consultas, constatou-se que dez (10) das nossas jovens necessitavam de usar óculos ou alterar a graduação que já usavam. Assim, irão ter óculos (lentes e armação) completamente gratuitos no âmbito deste projeto.

Agradecemos a colaboração das marcas e instituição bem como a presença de todos os técnicos que nos permitiram melhorar a qualidade de vida das nossas jovens e, também, oferecer-lhes mais oportunidades de sucesso escolar.

Projeto “Vision for Life https://www.essilorseechange.com/strategic-giving/vision-for-life/

Anúncio para recrutamento – Auxiliar de ação educativa

Anúncio para recrutamento – Auxiliar de ação educativa

A Casa de Acolhimento da Associação de Proteção à Infância Bispo D. António Barroso , pretende recrutar um auxiliar de ação educativa para  integrar a sua  Equipa Educativa.

Funções:

  1. Prestar apoio de carácter terapêutico, pedagógico, cultural, social e recreativo com vista à melhoria das condições de vida dos utentes.
  2. Colaborar na construção do Plano de Intervenção e na identificação de necessidades de preenchimento de tempos livres.
  3. Promover, desenvolver e/ou apoiar atividades de índole terapêutica, cultural, educativa e recreativa na ocupação de tempos livres dos jovens. .
  4. Assegurar, de acordo com as orientações definidas, a articulação com as famílias e as outras instituições e serviços da comunidade, dinamizando e/ou participando em reuniões, programas de promoção ou outras ações desenvolvidas a nível comunitário.

REQUISITOS:

  • Habilitações mínimas 12.º ano
  • Experiência na área (fator preferencial )
  • Aptidão para trabalhar com crianças e jovens em perigo
  • Disponibilidade e flexibilidade de horários
  • Capacidade de liderança de grupos, autonomia e organização
  • Espírito de equipa – Resiliência
  • Capacidade de resolução de conflitos
  • Carta e capacidade de condução

Contatos :

Enviar CV para o seguinte email : dt@apibab.pt